Como abrir uma franquia: conheça os 6 principais passos

5 minutos para ler

Tornar-se um franqueado é uma opção para quem deseja empreender de uma forma mais segura, uma vez que trabalhará com um serviço que já foi testado e aprovado pelo mercado. Porém, para ser bem-sucedido nessa área, é fundamental saber como abrir uma franquia, já que a modalidade tem trâmites diferentes de um empreendimento convencional.

O franchising também pode ter eventuais complicações e, por isso, é essencial escolher uma franquia confiável e com boas perspectivas de resultado. O contrato do negócio é um dos pontos de atenção, pois ele pode ter cláusulas que limitem a sua atuação, por exemplo.

Para se precaver contra esses problemas, é importante ficar atento aos procedimentos relacionados à abertura da franquia. Quer saber mais? Confira, abaixo, o passo a passo para ser um franqueado de sucesso!

1. Avalie o investimento necessário

Tenha em mente que é necessário dispor de um capital suficiente para iniciar as suas atividades e manter a operação da unidade franqueada até que ela se torne rentável. Portanto, a primeira coisa a se fazer é avaliar a sua capacidade financeira para adquirir a franquia do seu interesse.

Calcule o valor da aquisição da marca, mais os custos com a compra de equipamentos ou matéria-prima e a reserva para capital de giro. Verifique se você tem essa quantia, se terá que fazer um empréstimo ou se deve procurar uma opção mais em conta.

Além disso, também é recomendado checar se a projeção financeira do negócio atende às suas expectativas de ganho. Desse modo, você reduz as chances de se frustrar com o passar do tempo por não lucrar o esperado.

2. Faça uma pesquisa de mercado na cidade

Muitas vezes, uma franquia pode ser um sucesso em uma cidade, mas não engrenar em outra. Isso acontece porque as características do mercado variam muito de região para região.

Nesse contexto, é imprescindível pesquisar as características do mercado da sua cidade. Para tanto, descubra quais são os aspectos do setor na localidade, quais são os concorrentes, de que forma eles se diferenciam, qual o perfil do seu público consumidor, onde ele está e se a franquia é adequada para ele.

Com essas respostas, você consegue entender se o mercado será receptivo ao novo empreendimento.

3. Conheça o mercado do negócio

De nada adianta escolher um nicho de franquia que esteja em alta, mas com o qual você não tenha afinidade, pois, consequentemente, enfrentará problemas para trabalhar futuramente.

Pensando nisso, elenque os segmentos de franquia que são do seu interesse e analise se as atividades estão dentro das suas habilidades e conhecimentos. Também é indicado pesquisar a fundo o mercado do negócio, procurando saber como o serviço é prestado, quais são as características e expectativas do público-alvo, as possibilidades de crescimento e a lucratividade.

Assim, você descobrirá se a área em que pretende ingressar é condizente com as suas metas pessoais e profissionais.

4. Converse com outros franqueados

Uma ótima forma de confirmar se a franqueadora realmente é confiável e provê dados financeiros verídicos é conversando diretamente com quem já é franqueado. Reserve um tempo para tirar as suas dúvidas com franqueados e ex-franqueados da marca.

Aproveite a oportunidade para questionar qual é o suporte oferecido pela empresa, e os desafios, as vantagens e a rentabilidade da franquia. Outra dica é ser cliente por um dia, ou seja, visitar uma das unidades franqueadas para observar como as atividades acontecem na prática. A partir dessa experiência, você aprende com os erros e acertos dos outros empreendedores.

5. Analise a COF

A Circular de Oferta de Franquia (COF) é um documento fornecido pela franqueadora ao candidato a franqueado com todas as informações comerciais, financeiras e jurídicas do negócio.

Leia a COF com muita atenção, tendo cuidado, principalmente, com as questões relacionadas ao investimento, com as taxas a serem pagas, com o prazo do retorno do investimento e com o suporte prestado ao franqueado. Essa análise comprova se você está investindo na marca certa.

6. Assine o contrato

Por último, é o momento de assinar o contrato. Mais uma vez, você deve ler as informações no documento, focando todos os detalhes que mostram como será a relação entre o franqueado e a franqueadora.

Geralmente, as cláusulas são padronizadas e pouco flexíveis. Mas, dependendo das condições da empresa, é possível negociar alguns pontos, como a multa por invasão de território ou o desconto no investimento inicial. Feche negócio somente depois de esclarecer todas as suas dúvidas e garantir boas condições para o seu investimento.

Agora que você sabe como abrir uma franquia, já está preparado para ingressar nesse ramo. Para aumentar as possibilidades de conquistar bons resultados, opte por uma franquia responsável e reconhecida no mercado, como a Vida de Ouro, que atua em todas as áreas de seguro, oferecendo inovação e o suporte necessário para o seu crescimento.

Ficou interessado? Entre em contato com a Vida de Ouro e conheça os nossos benefícios!

Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário